Palatinose (Isomaltulose) 300g | Melcoprol

R$54,90

12x de R$5,51

Conheça nossas opções de frete

O QUE É PALATINOSE?

Palatinose, também conhecida como Isomaltulose, é produzida pela Melcoprol, pura e sem aditivos. Trata-se de um carboidrato em pó, branco e cristalino, derivado da beterraba, do mel ou da cana de açúcar. Ela possui um sabor adocicado suave, representando praticamente o dobro da doçura em relação à sacarose, sem deixar algum sabor residual, como alguns adoçantes sintéticos. 

Além disso, possui alta estabilidade microbiológica do seu uso, tanto na forma isolada quanto na forma combinada com outros alimentos.

PARA QUE SERVE PALATINOSE E QUAIS OS BENEFÍCIOS?

A principal função da Palatinose é proporcionar glicose de forma eficiente, prologando o fornecimento de energia. Por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico, sua absorção é até 5x mais lenta que a sacarose, evitando os picos insulinêmicos. 

Outro benefício muito estudado e comentado é o fato da Isomaltulose proporcionar uma queima maior de calorias na realização de atividades físicas quando comparado com outros carboidratos. Isso ocorre devido o aumento na taxa de metabolização de gordura para poupar o glicogênio e disponibilizar sua reserva muscular e hepática para melhorar o rendimento físico do atleta.

Ela ainda auxilia no controle glicêmico, podendo ser uma ótima aliada nos casos da síndrome metabólica, principalmente de pessoas obesas. Além disso:

Não contém glúten
Zero lactose
Sem aditivos (corantes, adoçantes ou saborizantes)

COMO USAR A PALATINOSE?

Sua funcionalidade é muito diversificada. Como substituto do açúcar ela poderá ser utilizada tanto em formulações instantâneas e bebidas isotônicas quanto em chás, cafés ou junto com cereais. 

Para auxiliar no controle do índice glicêmico: 10 gramas por porção.
Para prolongar a energia em exercícios de longa duração: 15 gramas por porção.
Para efetuar a oxidação lipídica: 18 gramas por porção.

QUAIS OS EFEITOS COLATERAIS DA PALATINOSE?

Estudos in vivo concluiu que, após administrar isomaltulose em 10% da dieta por 13 semanas, ela pode ser tolerada sem qualquer sinal de toxicidade.

Com absorção lenta e prolongada, a palatinose é muito bem tolerada pelo trato gastrointestinal, mesmo quando consumida em grandes quantidades. Portanto, não foram relatados efeitos colaterais desde alimento quando consumidos nas quantidades recomendadas.

PALATINOSE ENGORDA?

Apesar de ter poucas calorias e de baixo índice glicêmico, usar a palatinose indiscriminadamente em grandes quantidades pode trazer acúmulo de gorduras. Portanto, o uso racional e com acompanhamento nutricional fará toda a diferença no resultado que você busca, seja no fornecimento prolongado de energia, no controle da glicose ou na otimização da oxidação de gorduras.

A PALATINOSE PODE SER USADA POR DIABÉTICOS?

Estudos in vivo foram capazes de demonstrar que a administração oral de isomaltulose eleva levemente as taxas de glicose e insulina no plasma. Esses resultados sugerem que a palatinose pode ser utilizada como adoçante por pacientes diabéticos devido ao baixo índice glicêmico.

Pelo fato dela não provocar picos de glicose no sangue, ela pode auxiliar no controle da glicemia, contudo, o seu consumo deve ser supervisionado pelo profissional médico ou nutricionista.

CARIOGENICIDADE DA PALATINOSE

A cárie dentária é formada a partir de 3 fatores: os dentes, as bactérias e a fermentação de açúcares. As bactérias aderem aos dentes e, ao consumirmos alimentos ricos em sacarose, ocorre a fermentação.

Diversos estudos in vitro e in vivo tem sido realizados com a isomaltulose provando que seu baixo potencial cariogênico e como substituto da sacarose em formulações alimentícias e comprovado a diminuição da síntese de glucana, que é formação da parede celular das bactérias, fungos e leveduras. Isso evita a liberação de ácidos danosos aos dentes, preservando sua estrutura original.